Ilegível.

Esse ano, esse legume que vos escreve, completa 18 anos de semi-vida. E assim como todo legume que consegue essa proeza de chegar aos 18 anos de semi-vida nessa pseudo república semi-democrática, eu terei que me alistar no serviço militar, que, diga-se de passagem, não tem nada de semi, é totalmente obrigatório. É tão contraditório que chega a ser irônico, e é tão irônico que chega a ser eng… Não! Definitivamente, não é engraçado. 😀

Todos os dias vemos na televisão propagandas assinadas pelo governo federal que mais parece piadas (preciso dizer que sem graça?), que insistem em tentar nos convencer de que vivemos em um democracia.

AHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHU

AHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHU

AHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHU

AHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHU

AHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHUAHEUAEHUEAHUEAHUHAUEAHUEAHEAHU

Democracia deveria ser a forma de governo no qual o poder emana do povo, ou seja, a vontade do povo, da maioria, prevalece. Pelo menos era pra ser assim. [ Risos ] “Mas no Brasil o poder está longe de ser emanado pelo povo, e ao mesmo tempo os governantes falam tanto nessa democracia …”

O que acontece é que no Brasil, assim como o termo democracia está sendo cada vez mais associado à piada, a palavra política está cada vez mais sendo associada à demagogia. Essas palavras estiveram muito distantes, é verdade, mas estão se assimilando cada vez mais.

Voltando ao serviço militar obrigatório, tô fudido! 😀 Se é a vontade do cidadão que deve prevalecer, não deveria ser um dever se alistar. 2+2=4.

Essa é uma das infinitas desvantagens de ter um semi-congresso de semi-políticos ; eles não conhecem o significado das palavras e acabam as adotando como suposta filosofia de vida só porque soam bem. Democracia! República! Igualdade! Justiça!   Assim como 2+2 não são cinco, palavras que soam bem se convertem em votos. Chegando à essa conclusão logo entendemos a forma de pensar dos nossos Big Brothers engravatados, que é bem simples e consiste somente em não pensar. O velho e famoso “I don’t give a shit”.

Essa é uma equação que independente da ordem dos fatores ou de alteração na fórmula vai ter sempre o mesmo produto, poder. No final, é tudo por ele. O poder é como um boquete de uma banguela, quem não sonha com isso ?

Bullshit. Tudo ilusão. Tá certo que alguns mitos da história brasileira já conseguiram um boquete de uma banguela, mas já deviam ser tão velhos que sequer obtiveram uma ereção. O que mais uma vez nos remete ao semi-congresso, que é formado em sua maioria por semi-cadáveres.

Filhos da puta! Não basta ser corrupto, ter poder, ser demagogo – político – , os filhos da puta ainda tem suas banguelas cheias de amor pra dar os esperando chegar de mais um cansativo dia de peculato?

Aguardem minha candidatura!

Vou sair da escola, roubar um pouco, assaltar um pouco, traficar um pouco, extorquir um pouco, estuprar um pouco, matar um pouco, mentir um pouco, atuar um pouco, roubar doce de criança um pouco, e assim que eu adquirir a experiência necessária eu vos comunico sobre a minha estréia na política.

Um forte abraço e boa sorte!  (Quem sabe você achará sua banguela) Que merda.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Ilegível.

  1. Itauan

    Diz a lenda que rola de burlar isso aí legalmente. Através de objeção ou imperativo de consciência. Isso tem lá no art. 143. No entanto, diz-se que o cidadão não ficará isento de um serviço obrigatório, apenas se livrará do serviço militar. O serviço alternativo foi criado em 91 ou 92, no governo Collor; mas até hoje não vigora a legislação do serviço alternativo, ela não passou por votação e não foi aprovada. Ou seja, há um serviço alternativo como “plano b” para quem não queira cumprir os deveres militares, mas não há uma especificidade escrita alusiva a ele – não se sabe o que se vai fazer ao certo, decidirão lá na hora (quebrar pedra, rodar bolsinha, jogar tíbia) e você não poderá recorrer porque não há legislação (direito). Uma das únicas coisas que eu sei e encontrei pelos googles e livros velhos da vida é que esse serviço alternativo é de 18 meses, enquanto o militar dura 12.

    Acho difícil defenderem no legislativo a arbitrariedade do serviço militar, já que os filhos da puta que lá estão não têm 17 anos de idade. E o poder de voz da galera dessa idade é quase inexpressivo. Se ninguém gritar logo, ninguém vai escutar; tá cheio de problema por aí, mas são problemas que não atrapalham os boquetes.

    É bom quem tiver nessa idade aproveitar o entusiasmo pra decepar os pintos deles logo, porque senão é o mesmo de sempre: passa a seleção, você não é escolhido; seu problema acaba e, logo, o que era universal passa a ser particular – se você não tem mais risco nenhum de ser prejudicado, ombros pro resto.

  2. Freitas

    vote!
    quando for chamado faz alguma merda la…
    vc vai ser preso, depois vai ser dispensado… eles n querem gente q pense nem proteste contra o sistema la dentro. Conheço varios q sairam assim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s